Miro 570-583 – Reis da Galiza

Miro 570-583 – Reis da Galiza

Miro foi o Rei Suevo da Galiza de 570 a 583. Educado no classicismo, esteve em permanente contacto com os intelecuais galaicos da época. As fontes referem-se a ele como “Mirus Rex Galliciensis” (Gregório de Tours [539 – 594 d.C.] Liber historiae Francorum. Livro V. Cap. 41 [575 – 584 d.C.]) e como “Mironis Galliciensis…

Details
Bento Spinoza, o filósofo de origem galego-português

As origens galegas do filósofo Bento Spinoza

Bento (Benedictus, Baruch) Spinoza (1632–1677) foi um dos mais importantes filósofos de todos os tempos e considerado um dos grandes racionalistas do século XVII junto com René Descartes e Gottfried Leibniz. Sua família judaica galega teve que exilar-se em Amsterdão (Holanda) devido às perseguições da Santa Inquisição espanhola. Diversos investigadores (Fernández Alonso 1904; De Carvalho…

Details
Afonso III - 866-910 - Reis da Galiza

Afonso III 866-910 – Reis da Galiza

Afonso III case de xeito invariábel chamábase a si nos seus diplomas sobreviventes simplemente «rei Afonso» (Adefonsus rex).[1][lower-alpha 1] Nas crónicas musulmás de Ibn Haián e Al-Razí é chamado continuamente rei de Galiza e rei dos galegos.[2][5] Alén disto, o musulmán Ibn Marwán, señor de Mérida, foi alcumado «o Galego» (al-Yiliquí) por mor da súa…

Details
Afonso III - 866-910 - Reis da Galiza

Afonso II 791-842 – Reis da Galiza

Afonso II é conhecido como príncipe das Galicias (Galletiarum principis)[1] na Vita Hludovici, (814-840) assim como rei da Galiza (rex Gallaeciae)[2] no cronicón de Hermann de Reichenau do século XI (1013-1054). Igualmente, nas fontes muçulmanas, é chamado rei da Galiza por Al-Maqqari e rei dos galegos por Ibn Khaldun.[3] A mencionada denominação como rei de Galicia e Asturias (regis Galleciae et Asturiae nos Annales regni…

Details